quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Produção da banda nacional NX ZERO desrespeita banda local durante show em Natal


Quem já ouviu a frase: "Certas coisas só acontece com certas pessoas"? Isso ocorreu durante um show da banda nacional NX ZERO, que acredito eu usar o nome ZERO por ter pessoas em sua prodição que se utilizam dessa nota para seu próprio comportamento com outras pessoas.

Muitos potiguares ficaram indignados com o depoimento do cantor André Rangell que foi contratado pela produção do "Teatro Riachuelo" para abrir o show da bandinha nacional que veio a nossa cidade se desfazer de um artista nosso.

Segundo Danilo Costa, amigo do cantor em sua rede social, o show já havia sido acertado a mais de 30 dias, tempo esse que o cantor juntamente com sua banda vinha ensaiando direto para fazer uma super apresentação para o público potiguar que ali compareceu.

Como acertado, a produção lhe cederia todo material como palco, som e iluminação. No entanto, faltando uma hora para o início do show, o artista local foi informado que ele não poderia usar os instrumentos nem a iluminação principal e teria que fazer um show voz e violão, e o pior, sem sua banda que a tempos vinha ensaiando.

Depois de muita discussão, o deixaram fazer um show tipo Acústico sem usar instrumentos elétricos como baixo, guitarra, teclado e etc, e depois mais uma boa discussão usar uma minima parte da iluminação.

Mesmo não sendo o que ele esperava e já com seu show em parte já totalmente afetado, André aceitou e entrou para fazer seu show que seria de 40 minutos e já fora também diminuído para apenas 20 minutos.

Mas o pior ainda estava por vir.

Ao fim do show o público pediu para ele cantar uma música do NX Zero, que também a produção estava ciente, pois conhecia todo seu repertório. Mas daí durante o espetáculo entra um produtor da banda nacional e começa a xingar e humilhar os músicos e até tentou desligar a mesa de som para destruir o show que eles já haviam destruído, e essa falta de respeito e de educação com nosso artista indignou todo público e pessoas que leram as palavras de André Rangell no face, que mesmo revoltado com essas pessoas nota ZERO, agradeceu a produção do teatro e a todo público que ali estava e lhe aplaudiram mesmo com essa dificuldade e humilhação.

Veja a nota que Danilo Costa, amigo de André, compartilhou em seu facebook:

Em primeira mão venho relatar a mistura de sentimentos que estou sentido com os muitos acontecimentos envolvendo o show de ontem. Não sei por onde começar, antes de tudo quero agradecer a todo o apoio, energia e presença do publico lindo que encheu o Teatro Riachuelo, vocês salvaram o meu dia. Obrigado por gritarem, cantarem e conseguir fazer uma festa tão bonita. Obrigado também a toda a direção do teatro que me apoiou desde o primeiro momento e me tratou de uma forma super carinhosa e sincera. Infelizmente não posso deixar de citar os muitos acontecimentos negativos que vieram a acontecer no dia de ontem. Em primeiro lugar o meu show estava acertado a mais de um mês para ser com banda completa, usando todos os recursos de som, luz e palco disponibilizados pelo evento. Decidi então gravar um mini DVD do show, mas depois de um mês de ensaios e muito trabalho para tal acontecimento começam a surgir as pedras no caminho. Chegando no teatro a produção da banda principal diz que o escritório da gravadora informou que meu show seria apenas voz e violão. A partir daí começa uma guerra para que eu possa honrar o meu compromisso com o publico e realizar o meu show com banda assim como estava descrito no ingresso. Depois de muita briga conseguimos convencer a produção da banda nacional a me deixar tocar com minha banda completa, mas apenas num formato acústico, ou seja: não poderia usar bateria, guitarra e contra baixo elétrico. Para não perder a oportunidade e para não quebrar minha palavra de que iria fazer um show na noite de ontem eu aceitei, mas nosso mês inteiro de ensaios foram perdidos porquê a partir dali teríamos que adaptar todo o show para um formato totalmente acústico dentro de apenas uma hora. Como se não bastasse, a produção da banda nacional não queria permitir o uso da iluminação de palco durante o meu show. Isso mesmo queriam que eu fizesse o show no escuro. Depois de mais discussões conseguimos usar parte da luz. Mas apenas uma parte dela. E para finalizar tudo o meu show foi cortado pela metade, um show que seria de 40 minutos durou apenas 20. No final do show o publico inteiro da casa pediu que eu tocasse uma música da banda que iria tocar depois de mim, então eu toquei. A partir daí sofri a maior falta de respeito que já me fizeram passar na vida. Um dos produtores da banda nacional começou a me xingar de cima do palco mesmo, tentou desligar a mesa de som no meio da música e tudo mais. Gritou com toda a minha banda e desrespeitou a todos que estávamos ali. O detalhe é que a própria banda que faria o show principal já sabia que eu iria tocar a música deles, assim como o produtor do evento também sabia de todo o meu repertório para o show. Mas o tal cara da produção da banda não se preocupou em saber nada disso, ele desrespeitou a mim e aos meus colegas de profissão que estávamos apenas fazendo o que fomos fazer, que diga-se de passagem é o nosso trabalho. Vale ressaltar que tudo relacionado ao meu show já havia sido acertado com a produção do evento um mês atrás e a equipe da banda principal alegava não ter sido avisada de absolutamente nada até o dia anterior ao show. Mas é isso apesar de todo o transtorno, dificuldades, brigas e tudo mais eu posso dizer que valeu muito a pena estar naquele palco durante aqueles 20 minutos que foram mais que especiais e inesquecíveis graças as todas as pessoas ali presentes que com suas vozes e sua energia me contagiaram e me fizeram esquecer de tudo isso durante esses 20 minutos de show. Muito obrigado a todos vocês por tudo! Vocês salvaram o meu dia. Obrigado à direção do Teatro Riachuelo que me deu todo o apoio e respeito que eu precisava naquele momento. Fiquem com Deus e vamos seguir em frente, porquê o sonho não acabou e eu vou voltar nesse mesmo palco, só que da próxima vez tudo vai ser bem diferente. André Rangell.
←  Postagem mais recente Postagem mais antiga  → Página inicial

1 comentários :

alisson araujo disse...

É isso o que dá ficar idolatrando esses rockeiros de são paulo e Rio. Tenho absoluta certeza que tem gente aqui muito melhor do que uma bandinha de bosta como esta Nx Zero.

Rádio Guerreiros do RN

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=